Defur prende membros do Sindicato do Crime em Mãe Luíza

Pablo Roberto de Araújo Santos, o Rabujo, e Francisco Silas de Oliveira, estavam escondidos em uma casa na rua Saquarema, em Mãe Luíza. Mas como eles dizem, alguém “cabuetou” eles à polícia. Ou seja, xau Macau.

Hoje bem cedinho estava a polícia do mundo todinho na porta dos caras. Só a Defur, os caras do Bope e o helicóptero Potiguar I. Sob o comando da delegada Danielle Filgueira (bichinha caningada!) eles bateram na porta e verbalizaram: (“Verbalizaram” é aquela parte massa do “Bom dia, cidadão! Por gentileza saia com as mãos para cima. Aqui é a polícia).

Os dois tentaram fugir, mas não adiantou. Estavam cercados e eles foram pro xilindró. Com eles a polícia encontrou uma pistola, uma revólver, maconha, cocaína, 600 conto, balança e objetos roubados.

Nos celulares dos dois, mensagens que deixavam claro a filiação ao Sindicato do Crime e a participação deles nos ataques a ônibus e unidades policiais ocorridos em janeiro. Também tinha mensagem que demonstrava o intuito das figuras de passar o carnaval no Galo da Madrugada, em Recife. Assaltando e querendo bem. Mazóóóóóia! rsrsrs Acha boooom…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *